Implantação Geral
Implantação Geral

press to zoom
Análise Bioclimática
Análise Bioclimática

press to zoom
Vista Biossistemas Integrados com os Lotes Urbanos
Vista Biossistemas Integrados com os Lotes Urbanos

press to zoom
Implantação Geral
Implantação Geral

press to zoom
1/30

BROTAS

localização: Brotas

ano: 2021

arquitetxs: SemMuros

O projeto do Masterplan Brotas foi um desafio ímpar, por se tratar de uma área de 360ha do município, que englobava uma zona rural e também urbana. Por isso, havia o compromisso de planejarmos o trecho urbano em função das diretrizes previstas no Plano Diretor de Brotas. Para que a zona urbana fosse atraente para a população e para que o empreendimento fosse viável, propusemos que houvessem "dispositivos de ativação do território", alguns vetores de atração como; escola, haras, hotel, universidade, e parque com espaço para natureza, comércio e esporte. Pensou-se em um planejamento compatível com a vocação turística da cidade, em função do cuidado com as águas e da integração com a natureza.

O cuidado com águas permeou conceitualmente todo o projeto, desde a preocupação em criar áreas de circulação permeáveis para água de chuva, com Infraestrutura Verde e Azul, até o dimensionamento de biossistemas integrados para o esgoto das áreas de expansão urbana. Toda água residuária da gleba é tratada/infiltrada na própria gleba. Prevê-se também a expansão da mata existente, e também a criação de Sistemas Agroflorestais com reflorestamento de nascentes. Prevê-se a integração da gleba com o restante da cidade através do parque linear, perimetral à estrada, conectando-se ao Plano de Parques do Município. Na parte urbana, as residências, lazer, comércio e serviço estão dispostos de maneira tal que proporcionam locais de convívio, contemplação, interação e práticas esportivas. No que se refere ao desenvolvimento social, propõe-se a consolidação de um bairro caminhável em meio à natureza, com protagonismo dos pedestres.  No planejamento geral as vias e edificações se fundem às áreas verdes.

Pensou-se uma divisão em "Unidades de Vizinhança" como forma de atrair gradualmente a população para o local, considerando uma escala demográfica e espacial, que pudesse cultivar um sentimento de vizinhança, com identidade de bairro.

Para a zona rural a divisão em módulos rurais foi realizada acompanhando o relevo que dentre suas principais características possui os talvegues (linha sinuosa de vale), que exige um cuidado de proteção maior, é coerente com o escoamento de água. Entre os lotes, sempre haverá um corredor ecológico com 20 metros de largura que poderápassar a fauna e também terá trilhas para os moradores circularem entre módulos. Estes corredores estarão acompanhando os mesmos princípios do loteamento urbano proposto e também as diretrizes do município de Brotas que objetiva conectar os fragmentos florestais por meio destas conexões lineares. Dentro do empreendimento rural, haverão lagoas, um haras, mata fechada e sistemas agroflorestais por meio destes eixos de circulação formando bosques contínuos entre as glebas rurais, os moradores e visitantes poderão ir de encontro a estes atrativos